segunda-feira, 30 de julho de 2012

GARIMPO: CHIQUINHA GONZAGA

A força de uma mulher à frente de seu tempo 
por Khaoe Pacheco do Blog BadFish


     A faixa das 23h00 no Canal Viva se tornou especial para os fãs das fantásticas minisséries produzidas pela Rede Globo. A cada mês temos uma surpresa com o anuncio do canal da próxima atração a ocupar o horário. No momento, temos a exibição de Chiquinha Gonzaga (já foi anunciado para dia 23 de Agosto a bem vinda reprise de Engraçadinha, seus amores e seus pecados).


     Com a dobradinha Gabriela/Regina Duarte no papel título da compositora que escandalizou a sociedade carioca no final do século XIX. A emissora caprichou nos figurinos e na reconstituição de época. Isso sem falar da interpretação das atrizes principais, que fizeram o que todo protagonista devia fazer: ser o foco principal da história. Dividida em duas fases, a trama conta como Chiquinha foi se interessando por música, apesar da relutância do primeiro marido que a proibia de curtir o que mais gosta. Aliais, esse casamento foi forçado pelo pai, um militar regido que a moça fazia questão de contestar quando algo lhe incomodava. Só este casamento que Chiquinha não conseguiu evitar - ela não escondia de ninguém que não casou por amor.


     Ainda falando do elenco, na primeira fase, alem de Gabriela Duarte se mostrando cada vez mais segura como protagonista - acho que ela merecia mais papeis assim - temos uma grata surpresa com Danielle Winnits como Suzete uma rival - no campo amoroso - da moça, papel na segunda fase feito por Susana Vieira - repetindo o antagonismo de Por Amor com Regina Duarte -. Após alguns anos longe das telas brasileiras temos Carlos Alberto Riccelli como João Batista, grande amor de Chiquinha. E muitos outros.


     Escrita por Lauro Cesar Muniz e Marcilio Moraes - hoje em dias ambos fazem parte do elenco da Recópia, digo Record -, a trama surpreendeu a emissora dando 30 pontos de média em audiência no ingrato horário das 23h00, o que fez a emissora ressuscitar a produção de novelas e mini series de época, Chiquinha Gonzaga também surpreendeu o público ao apresentar uma envelhecida Regina Duarte - que na época tinha 52 - com 87 anos a base de uma maquiagem produzida em filmes de Hollywood. Não só por esse detalhe, Chiquinha Gonzaga é coisa de cinema mesmo. Até a próxima edição!!!


sexta-feira, 27 de julho de 2012

Com a palavra por Khaoe Pacheco Edição 3




A ascensão do Morcego por
Khaoe Pacheco do Blog BadFish



     Com o lançamento do filme Batman – O Cavalheiro das Trevas Ressurge, o morcego mais uma vez vira o foco da mídia com uma aventura que arranca elogios entusiasmados da crítica e público. Mas não é de hoje que o herói vira assunto do momento. Surgido nas histórias em quadrinhos em 1939, vindo da mente criativa de Bob Kane - dizem que o co-criador do personagem é o desenhista Bill Finger, que auxiliou na criação do visual e de outros personagens - para a revista Detective Comics da editora National Periodics - atual DC Comics, que adotou este nome justamente por causa da revista que ainda publica as aventuras do herói -.

     Mesmo após 73 anos de sua criação, Batman é mais querido entre o panteão de super heróis da DC - que inclui Superman, Mulher-Maravilha e Lanterna Verde -, talvez por fugir um pouco do estereótipo dos super seres. Ele investiga, soluciona o crime e vai embora sem parar para falar com ninguém. Alem disso, ele não tem super poderes, é um homem comum, muito forte e inteligente que suga de si todas as suas forças para combater o mal. È o personagem mais próximo das pessoas comuns, leitores de gibis. A identificação foi imediata.


     Após um período de muitas vendas nos gibis, o próximo passo para o sucesso foi justamente os cinemas com a produção da cine-série em 1943, seguido da televisão com a série camp dos anos 1960 e os desenhos animados nos anos 1970 e 1980. Foi nesta década, que o morcego voltou a ser notícia com o lançamento de Batman – O Cavalheiro das Trevas, gibi que revolucionou o gênero com uma trama pessimista e mais adulta. Sempre menina dos olhos da DC, o personagem ganhou uma superprodução há altura de sua fama com a produção de Batman de Tim Burton em 1990. Apesar de dividir opiniões dos fãs - principalmente devido à escolha de Michael Keaton no papel de Bruce Wayne/Batman -, o filme foi um estrondoso sucesso de bilheterias que deu origem a uma batmania que durou anos com uma enorme quantidade de quinquilharias com o nome do herói. Após uma continuação bem sucedida – mas também muito criticada – Batman ganha um desenho a altura de sua fama. Em Batman – The Animeted Series (O Novo Batman, no Brasil), temos a mais perfeita versão do personagem fora dos quadrinhos. Um desenho com um tom mais maduro, com histórias de suspense e mistérios nitidamente não direcionadas ao público infantil.



     Já nos anos 2000, com a explosão dos filmes baseados em histórias em quadrinhos, a Warner Bros - proprietária da DC - autorizou um reinicio das aventuras do homem morcego nos cinema, sem ligação alguma com os filmes anteriores - principalmente as bombas Batman e Robin e Batman Eternamente -, contratou o diretor de filmes Cult Christopher Nolan, que deu um ar bem mais realista ao mito do morcego com Batman Begins, seguido de Batman – O Cavaleiro das Trevas, que, até pouco tempo, detinha o quarto lugar entre os filmes que mais renderam na história desbancado por Os Vingadores de Joss Whedon.

     Este é sem sombras de dúvida o ano de Batman, pois além, deste novo filme que está bombando nos cinemas, em breve irá estrear um novo desenho feito para a TV em computação gráfica. Teremos ainda o lançamento da versão animada de O Cavaleiro das Trevas e nos quadrinhos, ele continua sendo o mais vendido da DC Comics todos os meses. Um verdadeiro setentão em forma. Até a próxima edição!!!



quarta-feira, 25 de julho de 2012

TOP 10+ (Sandra Bullock)


A querida e premiada atriz Sandra Bullock amanhã festeja seus 48 anos. Nos aqui do Planeta Diário Brasil antecipamos as comemorações e trazemos para vocês os 10 Melhores Filmes de Sandra Annette Bullock. Parabéns... Até a próxima edição!!!





10º Quando o Amor Acontece (Hope Floats) - 1998

- Aqui Sandra Bullock é Birdee Pruitt, uma mulher que descobre que foi traída pelo marido com a melhor "amiga" em um programa de televisão. A bela volta para a casa dos pais e tenta reconstruir sua vida. Um comédia romântica deliciosa. Aqui na décima posição poderia entrar diversos outros filmes da atriz como Forças do Destino (1997) ou Premonições (2007), mais na lista só cabem 10 filmes. Eles também valem a pena!





09º A Proposta (The Proposal) - 2009

- Comédia romântica que fez muito sucesso nas bilheterias e tornou Sandra Bullock na atriz mais lucrativa daquele ano em Hollywood. Para não ser deportada, Margaret Tate - Bullock - propõe ao funcionário que se una com ela. Autoritária Margaret e Andrew (Ryan Reynolds) nos proporcionam boas risadas. 



08º 28 Dias (28 Days) - 2000

- Aqui ela é Gwen Cummings, uma viciada em drogas e álcool que é internada numa clínica por 28 dias - daí o nome do filme - para ter reconstruir sua vida. A atriz recebeu algumas críticas negativas por sua interpretação, mas o filme ganhou muita popularidade devido ao boca / boca, tornando-se num sucesso. 





07º Da Magia à Sedução (Practical Magic) - 1998

- Aqui Sandra Bullock é uma simpática bruxa (Sally) que ao lado de sua irmã - interpretada pela também talentosa Nicole Kidman - tenta quebrar uma maldição de família para poder viver uma linda história de amor.  





06º Miss Simpatia (Miss Congeniality) - 2000

- Um dos filmes de maior sucesso da atriz. Nele Sandra é a agente Gracie Hart, que tem de se disfarçar de Miss para prender um assassino em série. Um comédia fantástica que vale a pena ser vista e revista muitas vezes.



05º Tão Forte e Tão Perto (Extremely Loud and Incredibly Close) - 2011

- Primeiro filme de Sandra depois de sua estatueta dourada. Aqui em Tão Forte e Tão Perto ela é uma mulher que perdeu seu marido nos atentados do 11 de setembro e tem que dividir com o filho calado as dores da perda. Extremamente tocante.



04º A Casa do Lago (The Lake House) - 2006

- Segunda dobradinha de Sandra Bullock com Keanu Reeves, agora num adorável romance. Uma história de amor que resistiu ao tempo e nos emociona SEMPRE. 




03º Velocidade Máxima (Speed) - 1994

- Ela estava atrasada para o trabalho, mas seu amigo motorista parou- depois de muita insistência - o ônibus. Um bomba estava conectada no transporte coletivo e ao lado de Keanu Reeves tem de enfrentar um louco psicopata.



02º Crash - No Limite (Crash) - 2004

- Apesar do filme não ter um personagem principal e Sandra não ter muitas cenas, a bela atriz se destaca e brilha neste drama sobre preconceitos vencedor do Oscar de Melhor Filme. Você deve assistir a este longa-metragem.




01º Um Sonho Possível (The Blind Side) - 2009

-Primeiro e por enquanto único filme que premiou Sandra Bullock com o Oscar de Melhor Atriz, conta a história real de Leigh Anne Tuohy que adota um jovem rapaz negro em uma sociedade conservadora. Um filme emocionante e inspirador. A melhor atuação da bela atriz. 




segunda-feira, 23 de julho de 2012

GARIMPO: FASHION POLICE



Meu atual prazer culpado 
por Khaoe Pacheco do Blog BadFish






     Esta semana revelarei para você leitor do blog Planeta Diário Brasil um dos meus prazeres culpados. Essa expressão é usada pelas as pessoas que tem gosto peculiar para um determinado produto, seja um livro, um filme, uma série, etc. Geralmente é algo que você tem vergonha de revelar que gosta.

     Um dos meus prazeres culpados são as novelas mexicanas e os seriados super sentai japoneses. Mas o atual é o programa Fashion Police. Exibidos as sextas a noite pelo canal E!, Fashion Police é, provavelmente, uma das atrações mais fúteis da TV a cabo. No geral, quatro apresentadores se reúnem para elogiar ou criticar as roupas e acessórios usados por atrizes e cantoras. Eles não poupam dar uma agulhada nos looks dos famosos, independente de serem queridinhos ou não pelo público.


     Os comentários comuns são feitos por Giuliana Rancic - uma das apresentadoras do E! -, a cantora Kelly Osborne - filha de Ozzy Osborne e George Kotisiopolus - um especialista em moda. Agora, quem rouba a cena e é o grande destaque do programa é a veterana Joan Rivers. Com mais de 50 anos de carreira, Joan é atriz, dubladora, escritora, diretora e apresentadora. Vem dela os comentários mais ácidos já vistos na televisão. Ela não mede palavras e diz tudo o que vem pela cabeça, o que acaba gerando muitas gargalhadas na plateia e de quem vê. Às vezes ela pega pesado e deixa seus colegas e, até quem assiste constrangido. Ela lembra muito a finada Dercy Gonçalves - com palavrões e tudo -, que a edição do programa faz questão de cortar (o famoso beep).

Joan prestes a destilar o veneno.


     No ar desde de 2010, Fashion Police tem quadros bem engraçados como “A Vadia Roubou Meu Look!”, onde Joan e os outros mostram celebridades que usaram a mesma roupa e “Advinha Quem é por Trás?”, onde astros e estrelas são fotografados pelas costas e eles tem que adivinhar quem é.  Mas nada substitui os desaforos ditos por Joan, a grande estrela do programa. Ela tem um milhão de plásticas na cara, não se veste bem – para quem critica a moda dos outros – e, no alto dos seus 79 anos, é respeitada por todos ao redor dela.  Como diz o velho ditado, temos que ouvir sempre o que os mais velhos tem a dizer. Até a próxima edição!!!

domingo, 22 de julho de 2012

Amy Winehouse *** 1 ANO


     Amanhã completa um ano que o mundo perdeu um das vozes mais marcantes dos últimos tempos. Amy Winehouse morreu aos 27 anos vítima do excesso de álcool. Com a privacidade escancarada, a diva tatuada de som dolorosamente triste e quando era preciso ser perturbador conquistou público e crítica com suas canções carregadas, voz única e exposição extravagante.   


     Quando conheci o som de Winehouse fiquei fascinado com o ritmo e as letras - pouco convencionais -, seu segundo e definitivo álbum - Back to Black - é um marco na história da música e uma de minhas melhores  companhias. Ela já pensava em um terceiro disco enquanto se recuperava do uso abusivo de drogas e álcool. Seu álbum póstumo - Lioness: Hidden Treasures - já vendeu mais de 1,5 milhões de cópias, sendo um dos 30 álbuns mais vendidos do planeta nos últimos doze meses. Um ano após sua morte, o disco (Back to Black) está entre os 100 mais vendidos no Reino Unido. E é o segundo álbum mais vendido do século 21 naquele país - perdendo apenas para (21) de Adele, cantora que teve - e já disse isso diversas vezes - as portas do estrelato abertas graças a Amy Winehouse.


     Muito se fala  do lançamento de um novo álbum póstumo ainda este ano. Em entrevista a rede britânica BBC, o pai da cantora, Mitch Winehouse, confirmou as especulações. "Não sei exatamente quantas canções existem, mas tenho certeza que elas rendem pelo menos um disco, quem sabe dois", revelou o ex-taxista.


     Amy Winehouse faz parte agora de um grupo de artistas que também morreram aos 27 anos - Jimi Hendrix; Janis Joplin; Jim Morrison, Brian Jones e Kurt Cobain. A voz rouca e triste desta trágica estrela deixa saudades, mesmo com sua música eternizada nas paradas. Abaixo o clipe da música - Rehab - que a notabilizou mundialmente. Rara flor de talento que desabrochou no tempo certo, mas o destino a quis antes de seu tempo. Até a próxima edição!!!



sexta-feira, 20 de julho de 2012

Com a Palavra por Ketilyn Almeida Edição 4


Uma nova geração descobre o prazer de ler
Por Ketilyn Almeida do Blog Estranho ao meu Modo


      A leitura favorece o senso crítico, aumenta o vocabulário e enriquece o conhecimento do leitor. Mesmo com todas estas vantagens o Brasil ocupa uma das últimas posições no ranking de 30 países e seus hábitos de ler. Mas contra todas as expectativas está nascendo uma geração de leitores, os jovens.
     A falta e a pobreza das bibliotecas públicas contribuem para o baixo número de leitores brasileiros, porém as livrarias tiveram um aumento extremamente significativo na venda de exemplares voltados para o público juvenil. A Rede Saraiva, em cinco anos, elevou em 514% a venda destes exemplares.


(Foto: Ketylin Almeida)

     Segundo os mais pessimistas, o advento tecnológico, mais especificamente a internet, seriam os maiores vilões dos livros, mas essa mesma internet pode ser favorável ao ato de ler, e caminhar lado a lado com os exemplares impressos, afinal há inúmeros sites e blogs, que são especializados em resenhas de livros, e assim estimulam, cada vez mais, a leitura entre jovens. Um exemplo disso é essa conversa que estamos tendo.

(Foto: Diogo Bueno)
     Ler obras juvenis, como os Best-sellers é apenas o começo para uma longa convivência com os livros. Mas como é mais fácil tornar a leitura um hábito, quando há um início na infância e na adolescência. Os exemplares de sucesso global são de suma importância para os jovens, e a geração juvenil é importantíssima para o futuro literário. Por isso necessitam de estímulo para aumentar, ainda mais, o prazer pela leitura, e consequentemente chamar a atenção de toda a população, para o agradável e necessário, mundo dos livros.


(Foto: Diogo Bueno e Rodrigo Reinhardt)
                                               

quarta-feira, 18 de julho de 2012

TOP 10+ (Os Melhores Filmes para suas Férias)

Vou aproveitar que estamos em um mês de férias para indicar 10 Filmes que Você deveria assistir neste período. Primeiro por que eles são ótimos, segundo por que são uma boa opção para esse dias frios e chuvosos de Curitiba - caso você não esteja nessa cidade eles continuam sendo bons -  e  por último e não menos importante, por que dicas de filmes bons é sempre bem vindo. Até a próxima edição!!!


10º Antes de Partir (The Bucket List) - 2007

- O filme conta a história de dois simpáticos velhinhos - não acredito que eu disse isso - que decidem curtir a vida adoidado. Na verdade os dois estão com os dias contados e por isso resolver fazer uma lista com coisas que gostariam de ter feito no passado gozando de boa saúde. Como acabamos deixando tudo para último hora, eles resolvem viver intensamente esses últimos dias, antes de partir. O filme é muito bom, com uma ótima mensagem. é leve e ainda tem Morgan Freeman e Jack Nicholson. 



09º Preciosa - Uma História de Esperança (Precious) - 2009

- Esse filme é um drama bem forte. Conta a história de Preciosa (Gabourey Sidibe), um garota pobre do Harlem que nunca soube o que era ser amada. Sua mãe sempre a humilha e a maltrata, sem contar que está grávida pela segunda vez do próprio pai. Um filme comovente e que MERECE ser assistido. Um filme que fala de perdas e sonhos. Vencedor do Oscar de Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Atriz Coadjuvante para Mo'Nique.






08º Dúvida (Doubt) - 2008

- Tem Meryl Streep no elenco. Pronto só isso já basta para você ver.




07º Em Qualquer Outro Lugar (Anywhere But Here) - 1999

- Filme que conta a delicada relação de mãe (Susan Sarandon) e filha (Natalie Portman). Engraçado e perspicaz, o filme passa por diversos gêneros e acaba por nos presentear com uma pequena obra-prima. parece exagero, mas não é. Acabamos por nos ver nos personagens centrais, seja e um certo momento ou no filme todo. O longa fala sobre dúvidas, medo do futuro, viver sem medo e aprender com os erros.  




06º Os Batutinhas (The Little Rascals) - 1994

- Por que o bom da vida é ser criança!!! Não consegui o trailer, mas a cena já nos faz relembrar este clássico da Sessão da Tarde.


05º Volver (Idem) - 2007

- a história de duas irmãs em Madri. Raimunda (Penélope cruz) e o grande destaque do filme. Não da para contar muito do filme para não estragar todo o desfecho. O que dá para dizer é que o filme é inesperado, intenso, cômico e emocionante. Afinal é do diretor Pedro Almodóvar. 


04º Boy A (idem) - 2007

- Já falamos deste filme aqui no BLOG, mas vale a pena indicarmos novamente. O filme estrelado por Andrew Garfield - o espetacular Homem-Aranha - é uma grande crítica a sociedade. Será que estamos dispostos a perdoar, ou até mesmo a dar uma segunda chance? Não estamos falando de amor, mas sim de vida. ASSISTA.


03º Um Olhar do Paraíso (The Lovely Bones) - 2009

- A história de Susie Salmon (Saoirse Ronan), assassinada aos 14 de idade e que fica num mundo intermediário até que sua história se solucione. Esse filme é um dos mais bonitos que eu já vi. Uma aventura emocionante que nos leva literalmente ao paraíso. Incrivelmente forte.




02º O Leitor (The Reader) - 2009

- Kate Winslet brilha no papel que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz. Medos, segredos, passado e um futuro num filme poderoso. Um filme que nos faz questionar nossas verdades. Você precisa assistir a este filme. 



01º Na Natureza Selvagem (Into The Wild) - 2007

- Esse filme está no meu TOP 3 com certeza. Uma belíssima história dirigida por Sean Penn. Provocador, realista, lindo em sua paisagem. Na Natureza Selvagem conta a história real de Christopher McCandless (Emile Hirsch) e não vou falar mais nada para vocês simplesmente assistirem a este que na minha opinião é um dos melhores filmes já produzidos por Hollywood. 



INFINITO - NOVO CLIPE DA FRESNO


Há um bom tempo não via um vídeo clipe como uma história tão boa. As imagens nem preciso dizer, são fantásticas! A Fresno - Lucas/ Vavo/ Bel/ Mário - está preparando para o final do ano o sexto CD da banda, e Infinito fará parte deste álbum. Esse é o primeiro vídeo clipe do mundo filmado do espaço, além de ser o primeiro clipe brasileiro que passou nos cinemas. Um grande orçamento investido em uma banda independente. Sempre gostei da Fresno, já tive a oportunidade de entrevistar eles - com outra formação - e sempre eles me passaram essa ideia de banda que AMA o que faz. Fãs e não fãs curtam este vídeo que já entrou para a história. Até a próxima edição!!!






segunda-feira, 16 de julho de 2012

GARIMPO: THE MARRIAGE REF



Uma boa ideia que durou pouco. 
Por Khaoe Pacheco do Blog Badfish


Todas as segundas eu apresento aqui no blog Planeta Diário Brasil - do meu grande amigo Diogo - o Garimpo, uma seção onde procuro dar dicas para vocês leitores de programas de TV interessantes para fugirem da rotina. Como, até o momento, nenhum programa da TV aberta me chamou a atenção, continuo a dar dicas para quem pode desfrutar da TV a cabo.


O Canal Glitz* foge um pouco do seu habitual – ser um canal especializado em moda – para apresentar atrações de todos os tipos. Séries, filmes e realities fazem parte do variado cardápio da grade da emissora. Um dos programas mais interessantes é The Marriage Ref que tem o comediante Jerry Sienfield como um dos criadores. O formato até que é simples, é mostrado um vídeo de um casal com algum tipo de mania que quer que seu companheiro ou companheira não reclame e aceite a esquisitice do outro. Então, três jurados especialmente convidados dão sua opinião e decidem quem tem razão.

A melhor comediante da TV americana, Tina Fey, achando bem estranho a mania de um casal.

Parece besteira, não? E é mesmo, mas nem só do chamado humor inteligente a gente vive, de vez em quando é bom ver um besteirol.  O melhor episódio exibido até o momento é aquele com a presença de Larry David (co-criador de Seifield e também protagonista da série da HBO Segura a Onda), Rick Gervais (criador e astro de The Office original) e de Madonna (precisa dizer quem é ela?).  Quem pensou que a diva pop seria ofuscada pelo humor corrosivo do britânico Gervais ou das piadas machistas do sisudo David se enganou, ela mandou muito bem para surpresa da plateia e do apresentador Tom Papa. O trio ajudou a resolver um problema de um casal cuja esposa tinha um baú com as cinzas do ex guardada na sala, enquanto o marido tentava convencer a todos para ficar com o sofá que veio direto da casa da ex dele. Bobagem pura. O legal de tudo é ver os comentários disparados pelos jurados que são hilários e arrancam gargalhadas do auditório e de quem assiste.

Trio de peso na melhor edição do programa: Larry David, Madonna e Rick Gervais.

Exibido no canal NBC nos EUA a atração não conseguiu ficar muito tempo no ar pelo alto investimento -muitos outros astros foram convidados nos 21episódios produzidos - e pouco retorno da audiência. Esse programa foi mais uma tentativa da NBC voltar a ser o lar de grandes seriados de comedia como anos 1990 que na grade do canal passava programas desconhecidos chamados Friends e Sienfield. O grande problema do canal é a audiência baixa, pois séries muito boas e engraçadas como 30 Rock, The Office e Communnity são exibidos lá.  Se o Glitz* não alterar a grade, o hilário The Marriage Ref é exibido de segunda a sexta as 17h00. Até a próxima edição!!!

Com sua beleza e porte clássico, ninguém imaginaria que Gweneth Peltrow seria engraçada.






sexta-feira, 13 de julho de 2012

Com a Palavra por Diogo Bueno Edição Especial Edição 2






     Considerado um "Barrados no Baile" do século 21, O.C. - Um Estranho no Paraíso conta a história de Ryan Atwood (Benjamin Mckenzie), um jovem de origem menos favorecida que é preso após roubar um carro com seu irmão mais velho. A chance do rapaz de recomeçar sua vida surge quando o defensor público Sandy Cohen (Peter Gallagher) o adota oficialmente. A princípio sua mulher, Kirsten Cohen (Kelly Rowan) não lida muito bem com a ideia, mas com o passar do tempo o jovem conquista sua afeição. Logo de cara Ryan se dá bem com o filho do casal Cohen, Seth (Adam Brody), um nerd fã de quadrinhos. Mas o circo pega fogo quando o "garoto problema" se apaixona pela bela vizinha Marissa Cooper (Mischa Barton). Pois além de enfrentar a irá de Luke (Chris Carmack), namorado da jovem, Ryan tem ainda um grande obstáculo chamado Julie Cooper (Melinda Clarke), mãe da garota, que fará de um tudo para que ele retorne a Chino - bairro onde o rapaz morava até então. A megera controladora se separa de seu marido Jimmy Cooper (Tate Donavan) logo na primeira dificuldade financeira e acaba se casando com Caleb Nichol (Alan Dale), pai de Kirsten.


     Alguns personagens secundários acabaram caindo nas graças do público e tiveram um destaque maior no decorrer do seriado. Isso aconteceu com Anna Stern (Samaire Armstrong), primeira namorada de Seth, que apesar de não ter conseguido competir com Summer (Rachel Bilson) cativou muitos fãs. A irmã problema de Kirsten, Haley Nichol (Amanda Righetti) também surgia esporadicamente na série, hora com seus dramas, casos - incluindo o com Jimmy Cooper - ou até mesmo na morte de seu pai. Outra grande participação foi a da latina Theresa (Navi Rawat), ex-namorada de Ryan que por diversas vezes estremeceu a relação do rapaz com Marissa. O primeiro ano do seriado evidenciou bastante a relação complicada de Ryan e sua mãe. Apesar de todos os erros do passado, Dawn Atwood (Daphne Ashbrook) conquistou o público com sua simpatia e fragilidade e a química dos dois atores garantiram cenas inesquecíveis entre mãe e filho.


     Em Newport há ainda Summer Roberts, melhor amiga de Marissa e "objeto" de desejo de Seth, que nutre essa paixão pela garota há anos. No desenrolar da série a jovem deixa de ser uma patricinha fútil e acaba ficando com o já, não mais tão nerd assim, Seth Cohen. Com o quarteto de jovens fechado, os dramas e as alegrias são cada vez mais intensos na escola Harbor School. Praias, festas, brigas, drogas, poder, corrupção, bebedeiras e muitos, mas muitos romances fizeram deste seriado um verdadeiro fenômeno cultural pop (Michael Giltz, New York Post).


     Como em toda boa série, participações mais do que especiais não faltaram em O.C - Um Estranho no Paraíso. A conselheira educacional da escola Harbor School, Dra. Kim (Rosalind Chao) e o pai de Summer, Dr. Neil Roberts (Michael Nouri) volte e meia pintavam na trama. Agora sem dúvida nenhuma, a participação especial mais odiada não só do primeiro ano mais sim de todo o seriado foi a de Oliver Trask (Taylor Handley), que infernizou  a vida de Ryan e Marissa. Os fãs criaram sites e comunidades de relacionamento demonstrando seu ódio pelo personagem. Depois de Trask foi à vez de Rachel (Bonnie Somerville) ganhar a antipatia do público. Ainda no primeiro ano, Holly Fisher (Ashley Hartman) era sinônima de festas e confusões.


     Já na segunda temporada se destacam o novo namorado de Marissa, o jardineiro D.J. (Nicholas Gonzalez); A irmã até então desconhecida de Kirsten, Lindsay (Shannon Lucio), que acaba se envolvendo com Ryan; A nova gerente da boate - Bait Shop - Alex (Olivia Wilde), que a princípio se encanta com Seth, mas acaba nos braços de Marissa Cooper, dando um novo fôlego a trama e Zach (Michael Cassidy), que atraiu a atenção de Summer, após ser abandonada por Seth no final da primeira temporada.
     O casamento de Kirsten e Sandy balançou nessa temporada por conta de Rebecca Bloom (Kim Delaney) e Carter Buckley (Bill Campbell). Ela, ex-namorada de Sandy. Ele, novo amigo de Kirsten. O segundo ano de O.C. teve um final um tanto trágico para uma série teen, já que Caleb Nichol morre e Kirsten é levada para uma clínica de reabilitação de alcoólatras. E, o pior de tudo. Para apartar uma briga entre os irmãos Atwood, Marissa acaba dando um tiro em Trey (Logan Marshall-Green), que estava quase matando Ryan.


     A terceira temporada começa com o final do verão chegando e com o ano de formatura dos garotos começando. Hess (Eric Mabius), novo diretor da escola Harbor School se encarrega da expulsão de Marissa, enquanto Charlotte (Jeri Ryan), nova amiga de Kiki planeja um golpe contra a milionária. As participações do terceiro ano do seriado não pararam por aí, não! Teve ainda Matt (Jeffrey Hephner), novo sócio de Sandy no Grupo Newport, e os novos amigos de Marissa da escola pública - Newport Unior - Casey (Kayla Ewell); Chilly (Johnny Lewis); Johnny (Ryan Donowho) e Volchok (Cam Gigandet) - estes dois últimos tiveram um grande destaque na trama. Johnny se apaixonou perdidamente por Marissa, a ponto de tomar um grande porre e cair de um penhasco. Com a morte do surfista, a trama ganhou a participação de Sadie (Nikki Reed), prima do rapaz que acaba se envolvendo com Ryan. 


     Mas com certeza a grande surpresa da temporada em questão foi à entrada de Taylor Townsend (Autumn Reeser). De mimada antipática ela passa a ser engraçada e demonstra ser uma boa pessoa, conquistando o coração de Ryan e do público. Já que para alegria de poucos e tristeza de muitos, Marissa Cooper morre no último episódio da terceira temporada, em um acidente de carro causado por Volchok. Muitos acreditam que o fim da série - que só chegou até o quarto ano - se deve a ausência da bela. A morte de Marissa causou um verdadeiro frisson entre os fãs, que fizeram inúmeros protestos para que a jovem voltasse a participar do seriado criado por Josh Schwartz. Nessa mesma temporada a irmã de Marissa, Kaitlin que no início da trama era vivida por Shailene Woodley foi substituída pela atriz Willa Holland. A mudança de tempo estruturou ainda mais a personagem, que como de costume de uma Cooper acarreta diversos problemas.



     O último ano de O.C. marcou pelas participações de Che (Chris Pratt), um estudante ativista político meio lunático e Frank Atwood (Kevin Sorbo), pai de Ryan que surge para pedir perdão ao filho, fechando com chave de ouro a história do rapaz pobre que venho de Chino. Frank acaba no final com nada mais nada menos que Julie Cooper.
     Aqui no Brasil a série foi transmitida pela Warner Channel e Glitz* na TV paga e pelo SBT na TV aberta. Os produtores sempre foram muito atentos a todos os detalhes da trama, desde o figurino impecável até os diálogos primorosos. O.C. conquistou não só adolescentes, mas fãs de todas as idades e classes sociais. O seriado ficou conhecido também por revelar inúmeros talentos musicais, espalhados nas seis trilhas sonoras da série, que trazia a banda Phanton Planet cantando o tema de abertura: Califórnia. O.C. - Um Estranho no Paraíso sem dúvida alguma já é referência para outros tantos seriados, assim como Barrados no Baile foi nos anos 90. As belas praias de Orange County deixaram com certeza um gostinho de quero mais. Até a próxima edição!!!

    

quarta-feira, 11 de julho de 2012

TOP 10+ (As Maiores Gafes de Jornalistas)


No TOP 10+ desta quarta-feira vamos conferir as maiores gafes cometidas pelos meus futuros colegas de profissão. Os jornalistas tendem a ter um postura sempre mais séria, para deixar em destaque a notícia. Mas em certo momento algum deslize, erro ou até mesmo algo inesperado acontece e pronto o repórter/jornalista acaba virando a notícia.


10º O Bicho ta Pegando - JORNAL DA GLOBO .

- Aqui Christiane Pelajo do Jornal da Globo não estava no AR mais seu vídeo vaso na internet e fez muita gente rir. Parece que o clima dos bastidores não estava dos melhores. E para nossa alegria fica em décimo lugar.




09º JN na Record??? - JORNAL DA RECORD.

- Aqui Ana Paula Padrão confundi o nome de seu Tele Jornal (Jornal da Record) com o da emissora concorrente (Jornal Nacional). Que mico, hein? 




08º O que é depois mesmo? - SBT BRASIL.

- Aqui a jornalista do SBT Brasil acabou se esquecendo do que veria logo mais e foi logo para o Boa Noite.       Ai que mico. E nem para o Hermano Henning ajudar!




07º Jornalista desmaia AO VIVO - BÓSNIA.

- Aqui a jornalista não está se sentindo tão bem e acaba desmaiando, AO VIVO. Ela quase quebra o cenário todo. Muito engraçado. O pior é o apresentador com aquela cara de "não sei o que fazer". 





06º Jornalista peida AO VIVO - NÃO ENCONTRADO O NOME OU PAÍS DO TELEJORNAL.

- Aqui a jornalista sem querer querendo acabou peidando AO VIVO. Ela tentou até disfarçar, mais o áudio foi claro. Acho que eu não voltaria nunca mais para a emissora. 



05º Jornalista não para de rir - RTL.

- Aqui após um erro no chroma key a jornalista não consegue segurar o riso. Ela bem que se esforça, mas as gargalhadas falam mais alto. HILÁRIO!!!





04º Ana Paula Padrão e Celso Freitas não se entendem - JORNAL DA RECORD.

- Ana Paula Padrão acaba fazendo um comentário sobre a matéria que acabou de ser exibida. Celso Freitas acha que a piada é para ele e retruca. Ana Paula Padrão fica sem graça e nós rimos largado... 




03º Puxa vida era meu primeiro dia - JORNAL HOJE.

- Aqui Zileide Silva se perde na notícia e acaba errando feio. Ela não sabe para que câmera falar, provavelmente o telepronter pifou e seus colegas de produção pelo jeito estavam cochilando. Zileide fica que nem barata tonta no estúdio. 



02º Micos de Maria Beltrão - OS MELHORES.

- Aqui um compacto com os melhores erros da simpática - e competente - jornalista Maria Beltrão. Ela é especialista em erros e gafes, por isso ela ocupa o segundo lugar do nosso ranking. Ela é ótima.




01º Não tem para ninguém - PORTAL TERRA.

- Aqui Lilian Wite Fibe ganha a medalha de ouro por sempre que pensamos em algum erro de jornalistas, logo pensamos nas gargalhadas da apresentadora. VEJA.






Para vocês não acharem que eu sou malvado com meus futuros colegas jornalistas eu disponibilizo um vídeo meu com um erro básico de gravação. Mas vale ressaltar que eu não tenho nenhuma infraestrutura. 
(desculpa)





segunda-feira, 9 de julho de 2012

GARIMPO: CANAL TCM



SONHO DE CONSUMO PARA OS SAUDOSISTAS
           POR KHAOE PACHECO DO BLOG BADFISH http://badfish-fanzine.blogspot.com.br/



     Muito se engana quem diz que quem gosta de coisa velha é museu. Para quem curte boas séries e filmes, muitas atrações antigas dão um show de criatividade nas mais recentes produções. Para este grupo de pessoas, o TCM (Turner Classic Movies) - do grupo Turner/Warner, que também é dono dos canais TNT, Boomerang e Cartoon Network - é o canal. Disponível nas grandes operadoras – infelizmente – nos pacotes mais caros, o TCM é a casa das grandes produções cinematográficas e televisivas. Acreditem, coisas que vocês jamais imaginariam ver de novo, ali tem.

     Para quem curte um enlatado americano - como eram chamados os seriados antigamente -, as clássicas Bonanza e Os Pioneiros tem encontro marcado com os telespectadores do canal. Se você pensa que é à tarde ou de madrugada para as corujas de plantão, está enganado. Os programas são exibidos no horário nobre.  Só para constar, Bonanza é uma das séries mais longas da TV com 459 episódios exibidos entre os anos de 1959 e 1973. Outros clássicos presentes na grade da emissora são Kung Fu, Casal 20, Os Três Patetas, Profissão Perigo e A Bela e a Fera. Se você tem por volta de 40 anos, com certeza reconhece um dos títulos. O que todas essas séries têm em comum é que elas são exibidas com a dublagem feita no período de exibição, exceto os casos em que o áudio original se perdeu.



A Bela e a Fera (acima) / Arquivo X (abaixo)




     Tirando Profissão Perigo que tinha o engenhoso Mcgyver se livrando de várias situações, não tive o prazer de ver os outros programas. Vistos hoje, esses seriados tem uma narrativa lenta e didática, bem longe dos seriados atuais muito preocupados com a estética visual e histórias sem pé nem cabeça.  O grande destaque do TCM é o clássico dos anos 1990 Arquivo X. Os casos bizarros, estranhos e sem soluções investigados pelos agentes Mulder e Scully são exibidos todos os dias em dois horários. Não vou falar o quanto gosto deste seriado, por isso tenho um blog.

     Para os cinéfilos de plantão que não se contentam com os filmaços exibidos pelo Telecine Cult, TCM exibe clássicos absolutos do cinema (e também, muitas produções B). Saca a lista das películas que serão exibidas no mês de julho: Flashdance, Exterminador do Futuro, Stallone Cobra, Sexta-feira 13, História sem Fim, Rocky, De Volta Para o Futuro, Poltergiest – O Fenômeno, e muitos outros. Esses são os principais. 



Os 3 Patetas (acima) / Casal 20 (abaixo)


     Mesmo que você torça o nariz por coisas do arco da velha, vale a pena dar uma olhada na programação do TCM e se surpreender com esses clássicos. Até a próxima edição!!!