quarta-feira, 21 de novembro de 2012

TOP 10+ (Cinebiografias)


Nesse post entraram os filmes que contam a vida de alguém especifico e não só pelo fato do filme ser baseado em uma história real. Lendas da música; política; artes e da TV reunidos em um TOP 10+ fantástico. Até a próxima edição!!!







10ª. Tina (What’s Love Got to do With It, 1993).

- Ela gostava de cantar desde criança, entrou para a banda de Ike Turner (Laurence Fishburne) na adolescência, com quem se casou. Aos 22 anos, já era conhecida com Tina Turner (Angela Bassett), uma negra com poderosa voz rasgada e sempre com coreografias tresloucadas. Sofreu maus-tratos de seu marido viciado. Belíssima cinebiografia da cantora.  





9ª. Capote (Longest Yard, 2005).

- A parte mais importante da vida de Truman Capote (Philip Seymour Hoffman) entrelaça este filme cheio de suspense e adrenalina. Em novembro de 1959, Capote lê um artigo no jornal New York Times sobre o assassinato de quatro integrantes de uma conhecida família de fazendeiros em Holcomb, no Kansas. Capote acredita ser esta a oportunidade perfeita de provar sua teoria de que, nas mãos do escritor certo, histórias de não ficção podem ser tão emocionantes quanto às de ficção. Se você ainda não viu este filme. VEJA!





8ª. Johnny e June (Walk the Line, 2005).

- O lendário “Homem de Preto” que revolucionou a música tornando-se um ícone nos EUA tem sua vida retratada nesse longa cheio de energia e nostalgia. O cantor, rebelde, herói e fora-da-lei Johnny Cash (Joaquin Phoenix) e sua história inspiradora ao lado da também cantora June Carter (Reese Witherspoon).





7ª. Frida (Idem, 2002).

- A brilhante e comovente história da pintora mexicana Frida Kahlo (Salma Hayek), desde sua infância sofrida marcada por um acidente que a imobilizou por anos, seu casamento nada convencional com Diego Rivera (Alfred Molina), passando por seu romance extraconjugal com Leon Trostky (Geoffrey Rush) e até seus amore partilhados com mulheres. 




6ª. O Mundo de Andy (Man on the Moon, 1999).

- Considerado um dos melhores momentos da carreira de Jim Carrey, O Mundo de Andy conta a história do comediante Andy Kaufman, considerado o rei das pegadinhas. Não levava nada a sério e viveu situações duvidadas até mesmo pelas pessoas próximas a ele. Quando anunciou que estava morrendo por conta de um agravamento de um câncer no pulmão chocou a todos.




5ª. Sete Dias com Marilyn (My Week With Marilyn, 2011).

- Linda, sensual, insegura e volátil, essa é Marilyn Monroe (Michelle Williams), uma das atrizes mais queridas que o cinema já teve. Michelle está perfeita como Marilyn e os sete dais que passamos com ela, são poucos perto do que queríamos de fato. Surpreendente e tocante.




4ª. O Povo Contra Larry Flint (The People Vs. Larry Flint, 1996).

- Figura polêmica, Larry Flint criador da revista masculina Hustler e dono de um império ligado à pornografia teve diversos problemas com a lei e em um atentando acabou paraplégico. Além de uma atuação poderosa de Woody Harrelson, note ainda Edward Norton e Courtney Love. 




3ª. Piaf – Um Hino ao Amor (La Mõme, 2007).

- Cinebiografia da cantora parisiense Edith Piaf lindamente interpretada por Marion Cotillard. A carreira cheia de glórias e tragédias da maior cantora da França, que teve uma infância difícil – rejeitada, cantava nas ruas de paris para sobreviver – é tocante e emocional. As músicas então são um belo detalhe a parte.


  

2ª. Malcolm X (Idem, 1992).

- Uma obra prima e ousada de Spike Lee sobre a vida de um dos mais influentes líderes negros da história norte-americana. Seu pai foi assassinado por uma organização racista. Foi preso, e na prisão conheceu o islamismo. Passou a seguir os ensinamentos do líder religioso Elijah Mohammed e tornou-se um feroz defensor dos direitos dos negros no país. Foi brutalmente assassinado com 13 tiros, ao lado de sua mulher grávida, durante um discurso no Harlem, em 1965.




1ª. Ray (Idem, 2004).

- Jamie Foxx simplesmente personifica Ray Charles, desde sua infância difícil seguida de sua cegueira até a fama mundial e dependência em drogas. Foxx ganhou o Oscar de Melhor Ator por sua verdadeira entrega ao grande cantor de jazz e blues. Jamie Foxx gravou diversas horas com os olhos fechados para se inteirar ainda mais da personagem. O próprio Ray Charles acompanhou o início da produção e aprovou a atuação do ator, mas morreu logo depois do encerramento das filmagens. 




4 comentários:

  1. Muito bom esses TOP 10 !!! .. Só faltou a cinebiográfia do Rei do Pop,

    ResponderExcluir
  2. bom mas faltou The Doors ,Val Kilmer incorporou Jim Morrison neste filme

    ResponderExcluir
  3. Boa pedida Cimo... Val Kilmer realmente incorporou a personagem

    ResponderExcluir